Histórico

A Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa (UFV) teve seu início em 1962, em nível de mestrado, e, em 1972, em nível de doutorado, completando no ano de 2012, 50 e 40 anos, respectivamente, sendo ambos os programas, pioneiros na área de pós-graduação em Zootecnia no nosso país.

O curso nos níveis citados vem sendo avaliado em sua estrutura acadêmica e sistematicamente redirecionado para atender as necessidades atuais e futuras da ciência zootécnica, sendo merecidamente credenciado e habilitado pelo Conselho Federal de Educação (CFE). Nas avaliações da CAPES, a pós-graduação em Zootecnia, obteve a nota 7 nos triênios 2004-2006, 2007-2009 e 2010-2012, sendo reconhecida nos meios acadêmicos e de pesquisa entre as melhores do Brasil.

O programa tem por objetivo a formação de uma massa crítica de recursos humanos, altamente qualificada, habilitada e capaz de desenvolver projetos que visem solucionar os problemas da área zootécnica. A coerência entre os objetivos do programa, de sua área básica e as pesquisas realizadas, mostra que os professores, pesquisadores e técnicos, procuram se integrar e se empenham na busca, cada vez maior de novos conhecimentos e tecnologias para o desenvolvimento da Ciência Animal.

O programa tem contribuído de maneira marcante na formação de recursos humanos para pesquisa e docência que hoje formam a base de vários Programas de Graduação e Pós-graduação da rede particular e pública, altamente conceituados e também pesquisadores que ocupam lugares de destaque nas principais empresas e indústrias do setor agropecuário do país.

O Programa treina estudantes em cinco grandes áreas: 1) Nutrição e Produção de Ruminantes cujas metas principais são atualizar periodicamente a primeira Tabela Brasileira de Exigências Nutricionais para Zebuínos, bem como as Tabelas Brasileiras de Composição de Alimentos para bovinos, reduzir os custos de alimentação através da utilização de alimentos alternativos nas rações e desenvolver alternativas de manejo e suplementação de bovinos que viabilizem a produção de novilhos precoces em pasto, e a redução da idade ao primeiro parto de fêmeas Nelore. 2) Nutrição e Produção de Monogástricos cujos objetivos são atualizar periodicamente as Tabelas Brasileiras de Composição de Alimentos e Exigências Nutricionais para Aves e Suínos; avaliar o uso de promotores de crescimento naturais em substituição aos antibióticos nas dietas de aves e suínos e reduzir o impacto poluente dos dejetos de aves e de suínos. 3) Genética e Melhoramento Animal cujos objetivos são identificar genes e QTLs responsáveis pela expressão fenotípica de caracteres econômicos em aves, bovinos e suínos e desenvolver  material genético para os sistemas de produção animal.4) Forragicultura com os objetivos de otimizar a produção forrageira e recuperar as áreas de pastagens degradadas visando melhorar o desempenho animal e avaliar as diferentes formas de conservação de forrageiras para os períodos críticos do ano, bem como avaliar aspectos microbiológicos em silagens de espécies forrageiras tropicais e 5) Fisiologia Animal cujos objetivos são estabelecer programas de nutrição para aves e suínos, para cada microrregião do Brasil, de acordo com suas características climáticas, desenvolver e aprimorar as biotécnicas da reprodução eqüina e avaliar o efeito de fontes lipídicas nas dietas sobre a performance reprodutiva.

Como meta principal do programa se busca a melhoria da qualidade dos produtos e da produtividade animal, por meio da realização de pesquisas de excelência nas diferentes áreas de atuação do programa.

BUSCA NO SITE

Endereço

Departamento de Zootecnia
Campus Universitário
CEP: 36570-000 – Viçosa – MG
Email: ztc@ufv.br
Tel: (31) 3899-2267

Equipe de Desenvolvimento Web/UFV - 2013 - Mantido com Wordpress